Lac

Cidadão em vida dado como morto na base de dados da CNE clama por explicações credíveis sobre a sua situação

Um cidadão residente em Luanda, no município do Kilamba Kiaxi, diz que após ter consultados os agentes da Comissão Nacional Eleitoral-CNE para saber onde iria votar, tomou conhecimento que está a ser dado como morto, na base de dados da CNE.

José Alberto Abreu, aflito com a situação afirma que já recorreu as instituições competentes, mas sem nenhum esclarecimento.

O cidadão que diz ser coronel reformado das forças armadas, quer saber onde foram encontrados os dados que lhe dão como falecido, e vai continuar a procura da verdade.

E sobre esta situação a LAC ouviu o porta-voz da Comissão Nacional Eleitoral-CNE.

Lucas Kilundo disse que a CNE não tem como alterar o ficheiro, por isso a situação é irreversível. Ou seja, o cidadão não vai votar.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

publicidade

Últimas notícias