Lac

Contratos adjudicados a Mota-Engil rondam os Oitocentos e setenta e cinco milhões de Euros

Oitocentos e setenta e cinco milhões de euros é o valor dos três contratos adjudicados pela Mota-Engil em Angola, segundo a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) em comunicado.

De acordo com o documento divulgado ontem, um dos novos contratos da construtora lusa no nosso país, foi rubricado com o Ministério das Obras Públicas, Urbanismo e Habitação, para a concepção, projecto e edificação de infra- estruturas na marginal da Corimba, em Luanda.

Segundo aquela fonte, esse projecto prevê também a construção de duas mil casas sociais, quatro nós rodoviários, e reabilitação de algumas vias urbanas de acesso à marginal, do “Corredor de Cambamba”.

O comunicado indica que o corredor de Cambamba, cujo valor inicial ronda os seiscentos e quinze milhões de euros (670 milhões de dólares) deverá ser executado em três anos.

Ainda na capital do país, e nos termos dos contratos rubricados, a Mota Engil vai reabilitar as infra- estruturas gerais da Urbanização Nova Vida, no Kilamba Kiaxi  empreitada orçada em pouco mais de 209 milhões de euros (cerca de 228 milhões de dólares) e a previsão é que as obras fiquem concluídas em dois anos.

A Mota-Engil avançou ainda que tem um contrato com a Administração Geral Tributária, para a ‘Construção, restruturação e melhoria do posto fronteiriço do Luvo'”, na “Província do Zaire na região fronteiriça com a RDC, obras  a serem materializadas em 20 meses, por pouco mais de cinquenta e dois milhões de euros. (57 milhões de dólares)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

publicidade

Últimas notícias