Lac

Governo alerta sindicatosde que não tem condições para colocar o salário mínimo nacional nos 100 mil kwanzas

Continua o braço de ferro entre Governo e sindicatos para a satisfação de alguns pontos do caderno reivindicativos que os representantes dos trabalhares consideram fundamentais, para se evitar a greve geral anunciada para a próxima quarta-feira.

Depois de fracassada a reunião de ontem, as partes devem voltar a sentar na segunda-feira, em busca de consenso, mas o Governo já avisou que não tem condições para definir colocar o salário mínimo nacional nos 100 mil kwanzas.

O porta-voz dos sindicatos dos trabalhadores, Teixeira Cândido, disse que apesar das concessões feitas nos principais pontos do caderno reivindicativo, o Governo não alterou a sua posição. O sindicalista disse também que precisam de garantias do Governo para aplicação dos entendimentos alcançados.

Teixeira Cândido garantiu que a greve continua convocada, enquanto não haver consensos nos principais pontos do em discussão com o governo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

publicidade

Últimas notícias