Lac

No programa “CONVERSAS 4.1”: Augusto Cury afirma que passou por uma crise depressiva no inicio de carreira

O escritor e psiquiatra brasileiro, Augusto Cury, afirmou na manhã desta Quarta-feira, que no início de sua carreira usou a dor como estímulo para exercitar a atividade do pensamento, após passar por uma crise depressiva.

Durante a entrevista no programa “Conversas 4.1” da LAC, o psicoterapeuta compartilhou a sua trajetória profissional, e destacou a utilização da dor para se reconstruir.

“Eu comecei como pensador, passei por uma crise depressiva e percebi que as lágrimas imperceptíveis são mais dolorosas que aquelas que são visíveis”, realçou.

O psicoterapeuta frisou que o seu primeiro livro sobre pensamento, gestão emocional e os diferentes papéis da memória, foi escrito baseado em suas próprias experiências.

De acordo com o Escritor, a dor tem duas vertentes, de construção e destruição. E revelou que, apesar de levar muitos a perderem o encanto da vida, ela pode se tornar o mais importante endereço dentro do pensamento.

Att: O programa Conversa 4.1 é um dos vários programas da grelha de programação da LAC, emitido todas as quartas feiras, entre as 7 e as 8:30 minutos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

publicidade

Últimas notícias