Lac

“Oitenta por cento dos pacientes são diagnosticados ou chegam à Instituição já em fase terminal”…Fernando Miguel do Instituto Angolano de Controlo de Cancro

Angola regista anualmente mil e quinhentos novos casos de cancro, revelou o Instituto Angolano de Controlo dessa Doença, “IACC”.

De acordo com, Fernando Miguel, em entrevista ao Jornal de Angola, oitenta por cento dos pacientes são diagnosticados ou chegam à Instituição já em fase terminal.

Avançou ainda que o cancro da mama é o mais comum, com um registo de 25 por cento dos casos, o do colo do útero com 19%, e o cancro da próstata com sete por cento das ocorrências.

Já nos casos infantis, o mais comum é a retinoblastoma, ouv seja cancro nos olhos, seguidos do cancro nos rins, leucemias, linfomas e tumores no sistema nervoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

publicidade

Últimas notícias